Eu estava em uma livraria em Boston em 2006, logo após o término do semestre da faculdade. Eu nem me lembro por que fui para Boston. Acho que acabei de imaginar que nunca tinha estado e parecia o tipo de lugar que eu poderia chegar facilmente e explorar por um tempo e ficar sozinha com meus pensamentos. Eu sempre me senti mais em casa quanto mais perto do oceano.

Então eu fui, mas fiquei triste o tempo todo e fazendo beicinho. Tenho quase certeza de que estava à beira das lágrimas durante a maior parte, por nenhuma outra razão, além de sentir muita falta de alguém. Enfim, dramaturgos à parte, acabei entrando em uma livraria e me deparei com a coleção de histórias de Miranda JulyNinguém pertence aqui mais do que você.

Sentada naquela livraria, lendo suas histórias, descobrindo o modo como essa mulher pensava sobre a vida e sua perspectiva sobre amor, relacionamentos e amizade, suponho que isso me fez sentir um pouco menos sozinho nessa viagem. E espero que onde quer que você esteja, essas citações dela também o façam se sentir um pouco menos.