Com o recente lançamento de X-Men Days of Future Past, escusado será dizer que a presença na tela de Wolverine (ou melhor ainda de Hugh Jackman) desperta uma certa região do cérebro feminino que é parcialmente responsável por acender nosso desejo físico por ele. Wolverine conseguiu capturar a atenção de mulheres de todas as idades e nos enviou em uma caçada humana todas as noites de Halloween, para encontrar uma versão bem vestida do Wolverine. É verdade que seu físico impecável, barba perfeitamente áspera e mandíbula esculpida são fatores definidos que influenciam nossa atração por ele. No entanto, nossa obsessão não deriva apenas de nós romantizarmos a aparência bonita e as qualidades heróicas dos Homens Marvel que vemos na tela grande (que verdade seja dita a aparência de menino fofo de Peter Parker e a grandiosa força muscular de Super-Homem não nos leva a um estágio) da mesma forma que Wolverine.) Todos sabemos que são personagens fictícios que possuem qualidades de 'super-herói' que não são realistas. No entanto, as razões subjacentes à nossa obsessão com o Wolverine vão além da superfície da mera fisicalidade e super força, mas se estendem a qualidades humanas e traços de caráter que podem ser encontrados na pessoa comum. Com isso dito, eis cinco razões pelas quais somos obcecados pelo personagem de Wolverine:

1. Sua personalidade tenaz.

Não há como negar que, ao assistir Wolverine em ação, tenacidade e coragem andam de mãos dadas. Ele não se afasta timidamente de seus medos e se abstém de lutar pelo que (ou quem) ele quer; em vez disso, ele procura e persegue como nenhum outro. Apesar de suas tendências mutantes, assim como todos os outros, ele tem suas quedas que o fazem se sentir inadequado, mas sua persistência e tenacidade são o que o mantém indo. Claro que ele pode ser excessivamente agressivo às vezes, mas esse é o mutante nele, o que apenas mostra como ele não é um 'super-herói' idealizado, mas um que vem com falhas. Suas tendências e persistência anti-herói nos deixam com sentimentos de adulação e fantasias exagerando em nossas mentes 24/7.

2. Ele não leva sh * t de ninguém.

Vamos voltar à X-Men First Class, onde sua apresentação de 20 segundos de enunciação da expressão de três palavras 'vá se foder' para os jovens Charles Xavier e Magneto em um bar com um charuto na mão criou um impacto duradouro. Sua breve aparição foi suficiente para nos fazer apaixonar por ele instantaneamente. Não, não foi por causa de sua linguagem vulgar, mas pelo comportamento geral durão que ele exalava. Como super-herói, ele é provavelmente um dos mais célebres por suas tendências de 'anti-autoridade'. Não é segredo que a maioria das mulheres considera o arquétipo de um 'garoto mau' bastante atraente. Este é um homem com bolas, que não se importa com ninguém e não tem medo de dizer o que pensa ou permitir que alguém pise nele. Ele é o oposto de um capacho, o tipo de pessoa que se mantém firme e alguém com quem você provavelmente não gostaria de ficar do lado ruim, mas no geral, ele é um excelente exemplo de alguém que se valoriza o suficiente para saber quando apresentar essa ninhada. temperamento, a fim de esclarecer uma mensagem.

3. Por trás de seu comportamento duro, existe um sujeito sensível.

Como diz o velho ditado, 'as pessoas com os exteriores mais difíceis são muitas vezes as mais sensíveis'. Nós temos um vislumbre da verdadeira natureza do Wolverine na série de filmes homônima, que se concentra menos em seu comportamento de durão que está na vanguarda de sua personalidade e mais em seu lado humano como 'Logan'. Ele fornece uma visão mais profunda de seus estados psicológicos e revela seu lado sensível em relação àquele que ele ama, ao mesmo tempo em que esclarece quão profundamente ele é infligido. Em outras palavras, ele é imortal, o que significa que ele tem que viver com todo o tormento, dor e perda que teve que experimentar por toda a sua vida imortal. Ele não é uma força imparável que não pode ser considerada; em vez disso, ele é suscetível a sofrer cicatrizes emocionais e precisa de 'tempo' como curador para voltar ao seu jogo A. Grande parte de seu tormento decorre de seu tumultuado relacionamento com o mutante telepático Jean Grey, que, como a maioria dos filmes de super-heróis, teve que terminar da maneira mais dramática de partir o coração. É preciso mais força para Wolverine abandonar seu orgulho e derrubar essas paredes, expondo suas vulnerabilidades emocionais do que manter um comportamento duro e constante, como forma de se proteger de possíveis dores. Não há nada mais quente do que um homem que não tem medo de baixar a guarda e abaixar o comportamento de durão de vez em quando.

4. Ele é um guerreiro de dia e um amante de noite.

Ser um guerreiro pode significar muitas coisas, mas, de um modo geral, está associado à capacidade de proteger alguém de maneira incondicional. Você não precisa ter poderes de super-herói para ser um guerreiro, mas basta um grande interesse e cuidado com outra pessoa. O Wolverine passa a ser ambos: um guerreiro e um amante. Seu status de guerreiro é refletido por seu desejo inabalável de proteger as pessoas ao seu redor e seu status de amante é exibido através do comportamento de seu quarto. Por mais que todos saibamos que ele é um super-herói fictício que tem garras de faca cruéis que podem salvar qualquer ser na face da terra, ele é muito sensual no saco. Você acha que ele seria mega violento, mas, em vez disso, ele é apaixonado e não se pode deixar de admirar como ele consegue mesclar sensualidade e crueza, o que faz do homem bastante desejável.

5. Ele escolhe ser um lobo solitário e cria seu próprio caminho, em vez de seguir o de todos os outros.

O personagem de Wolverine pode ser derivado do animal real, conhecido por seu comportamento independente e feroz, mas não se pode deixar de notar como ele exibe qualidades de um lobo solitário também. Semelhante a um lobo solitário, o wolverine se separa do bando, mas ainda tem alguns vínculos com eles. Suas tendências de lobo solitário são caracterizadas por sua independência e precisam se reservar da equipe mutante para fazer suas próprias coisas. Vemos isso na série X-Men, onde ele inicialmente tem dificuldade em escolher se tornar um membro da equipe dos X-Men e seguir suas convenções. Na maioria das vezes, ele não cumpre as regras e escolhe criar seu próprio 'plano de jogo', que reflete sua personalidade anti-autoridade. Apesar de seus modos rebeldes, ele ainda se une de bom grado para ajudá-los e, muitas vezes, seu modo de pensar não convencional permite que ele lidere o resto da equipe dos X-men e seja a mão direita de Charles Xavier. Sua capacidade de pensar fora da caixa, estar por conta própria e não se deixar influenciar facilmente por um grupo são características distintas que o tornam tão atraente.