Dia um.

Eu gostaria de ser tão forte quanto todo mundo pensa que eu sou. Eu sou a garota que consegue superar qualquer coisa. A garota que brilha através do coração partido. A garota que pode encontrar alguém, alguém melhor, sempre. A garota que é tão independente, tão forte, tão voluntariosa. Ou assim eles pensam.

Eu gostaria de estar tão entorpecido quanto gostaria de pensar. A garota que não sente mais. A garota que não se importa. A garota egoísta e interessada que não se importava com o que alguém tem a dizer.

caso com minha sogra

Mas na verdade eu não sou.

Meu coração está quebrado. Parece que está em pedaços, e cada peça tem um final irregular. Essas arestas me cutucam por dentro toda vez que me mexo. Mesmo toda vez que eu respiro. Eu estou bem por fora. Meu cabelo está alisado, meus cílios enrolados, minha roupa chique. Eu tenho meu queixo erguido, minha boca em um sorriso tímido. Mas por dentro estou sangrando. Às vezes até me pergunto como sou capaz de sobreviver. Às vezes a dor nem é metafórica. É real. Como se alguém estivesse apertando meu coração, como se estivesse tendo uma parada cardíaca, como se eu apenas quisesse me enrolar e vomitar. Acho a visão da comida revoltante. Todos perguntariam se eu estava bem quando ouviram as notícias. E direi que estou bem, com um sorriso que eu nem sei como devo reunir.

Minhas mãos estão tremendo enquanto digito isso. Eu preciso fazer algum trabalho, e faço isso em transe. Se eu discordo, começo a sentir. Eu não posso me dar ao luxo de sentir. Eu sinto que só preciso de uma explicação. Não posso seguir em frente sem entender. Mas, ao mesmo tempo, sei que nem tudo precisa ser explicado. Nem tudo precisa ser conhecido. Às vezes, é apenas.

elmwood village apartamentos 438 lafayette

O que está me segurando? Nada. Ninguém além de mim. Gostaria de pensar que quero manter as memórias, mas não faz tanto tempo. De alguma forma, estou com medo de não encontrar mais ninguém, mas todos sabemos que isso não é verdade. Sempre haverá melhores. Meu orgulho está ferido. Meu ego está além de danificado. Estou confuso, com raiva e magoado ao mesmo tempo. Por outro lado, me sinto liberado, livre, me sinto ... iluminado. Mas preciso decidir.

Não é tão difícil me culpar. Eu poderia ter sido melhor. Eu poderia ter amado melhor. Eu poderia ter sido mais paciente. Eu poderia ter feito isso e aquilo. Mas nada disso vai mudar mais nada. Também não é tão difícil culpar o karma. Que talvez as coisas mudassem de ideia e me mordessem quando eu menos esperava. Talvez eu mereça isso. Talvez eu nem deva reclamar. Todas as vezes que magoei outras pessoas, talvez isso seja vingança. Talvez eu nem deva reclamar, pois a dor que sinto agora não é nem metade do que causei aos outros. Talvez eu seja uma pessoa má e precisava sentir isso para acordar.

Eu mal posso respirar. Estou em estado de choque, de descrença. Como tudo isso pode estar acontecendo? Eu já tive pesadelos assim antes, mas sempre acordava encontrando-o ao meu lado. Por que não estou acordando disso? Isso é mesmo real?

os abusadores sabem que abusam

Isso dói. Dói demais. Isso machuca muito. Faça parar. Tudo o que realmente existe é aceitar. Você não está sozinho.