Há um mês, meus treze meses e doze dias de relacionamento interurbano terminaram. Mas o que você vai ler aqui não é sobre o que aconteceu, ou que eu sinto falta dele, ou que não posso deixá-lo ir, ou que quero ele de volta. Não, inferno não. Na verdade, estou feliz que acabou.

É sobre a vida que encontrei depois que finalmente saí do inferno em que estava há mais de um ano.

Eu mentiria para mim e para todo mundo se dissesse que nosso rompimento não me quebrou. Ele quebrou e me machucou como o inferno. Na verdade, eu realmente pensei que não sobreviveria. Que a terra me comeria viva, que minha vida terminara e que eu nunca mais seria feliz. Porcaria, o mesmo velho drama.

Estou aqui para lhe dizer que a vida é bela.

Naquele mesmo dia, saí para me encontrar com os amigos, contei o que havia acontecido, bebi o máximo que pude (apenas em doses toleráveis ​​porque ainda me preocupo com o fígado) e orei. Eu fiz a mesma rotina por 30 dias. Eu fiz tudo para sobreviver. Não dei tempo e espaço ao meu cérebro para permitir que lembranças ruins voltassem, mesmo boas. Fiz tudo para sobreviver, seguir em frente, aceitar e perdoar. E sim, eu sobrevivi.

Estou aqui para lhe dizer para ajudar a si mesmo.

Compreendo perfeitamente o quanto dói perder alguém que você ama profundamente. Entendo, isso suga a vida de você.

Mas lembre-se, as coisas acontecem por um motivo, e deixe-me dizer uma coisa, o motivo é sempre bonito e surpreendente. Bonito, porque quando alguém sai, coisas melhores estão por vir. Surpreendente, porque quem quer que venha, certamente será maior do que quem saiu.

Faça tudo o que puder para esquecer. Não me importo se você precisa sair e ver amigos todos os dias. Não me importo se você precisa dormir na casa da sua namorada todas as noites. Não me importo se você precisa postar todos os seus dramas no Facebook ou em qualquer mídia social que você possui. Não me importo, apenas seguir em frente, ser feliz, deixar de lado a culpa, a mágoa e as inseguranças.

homenzinhos de pau

Não permita que ninguém o impeça de fazer as coisas que o fazem se sentir melhor, porque ninguém tem o direito de lhe dizer o que é certo e o que está errado neste momento. No seu estado atual, você é seu próprio chefe. Você se conhece melhor. Você sabe o que faz você se sentir bem, então vá em frente e viva sua vida da maneira que você acha que não machuca.

Estou aqui para lhe dizer que você sempre tem uma escolha.

Você pode se trancar em seu quarto, chorar o dia inteiro, se perguntar o que deu errado, permitir que seus pensamentos o comam - você pode fazer isso se quiser. Faça isso por uma semana, meses ou até anos, ninguém o impedirá.

Mas sei que um dia você dirá a si mesmo que não deseja mais sofrer por sua perda, que está cansado de tudo. Então, você vai decidir esquecer e seguir em frente.

Então, por que não fazer isso imediatamente? Por que você se coloca em uma situação quando, mais tarde, ainda se sente bem? Veja bem, no final de todas aquelas noites sem dormir, culpando e imaginando, você ainda escolherá ficar bem. E então, você vai rir de si mesmo por ser um bebê tão chorão. Engraçado, certo?

Estou aqui para lhe dizer que você será feliz novamente.

Se esquecer e seguir em frente é uma escolha, escolha ser feliz.

Saia, encontre novos amigos, ajude um estranho, duplique seus esforços no trabalho, faça algo diferente, encontre um novo hobby, prepare uma refeição para sua família, passe tempo com seus primos, brinque com seu animal de estimação, leia um livro, tente um novo lugares para comer ou jantar, fazer longas viagens, tratar um amigo, assistir a um filme, mimar-se, pintar as unhas, fazer uma extensão dos cílios, fazer uma massagem muito relaxante, ir à praia, sozinho ou com amigos, patrocinar um criança, vá à academia, tente algo diferente, mude sua rotina.

Seja estranho, seja louco, seja selvagem, seja algo diferente. Em pouco tempo, você vai sobreviver e ficará bem, garantido.

Estou aqui para lhe dizer que você vai amar e se machucar novamente.

Você conhecerá novas pessoas. Você vai gostar de alguém. Você os amará, mas não é garantido que eles o amem de volta. Ou eles estão em um relacionamento ou simplesmente não gostam de você. Por qualquer motivo, você se apaixonará novamente, e essa é a vida.

Desta vez, você é mais forte, mais corajoso e, o mais importante, conhece melhor.

Estou aqui para lhe dizer que você nunca estará sozinho.

Sim, mesmo se você se sentir tão sozinho. Mesmo se você estiver 'literalmente' sozinho, não estará. Sua família, amigos e, acima de tudo, Deus está com você nesta nova jornada. Afinal, Deus é quem está redirecionando você para um novo caminho para salvá-lo. Às vezes, Deus parte nossos corações para nos guiar pelo caminho certo, para nos trazer de volta a Ele ou para nos ajudar a torná-lo uma prioridade em nossas vidas.

Porque Ele é bom e confiável e sempre fará o melhor. Deus é bom, e mesmo que meu relacionamento terminasse, meu coração descansou firmemente nos braços de meu Salvador. Olhando para trás, vejo agora que Deus teve que partir meu coração para remover aquela pessoa, para que pudesse me guiar para uma muito melhor.

Deus estava agindo no meu melhor interesse, mesmo que doa. 'Confie no Senhor com todo o seu coração'. (Pro.3: 5-6)