Em Fort Wayne, Indiana, na semana passada, um homem foi preso por bufar tinta spray pela 48ª vez; O primeiro incidente foi em 1992.

areia da ilha coney

Kelley Gibson entrou em uma discussão com sua esposa, Elizabeth Gibson, e subiu as escadas furiosamente para inalar a fumaça tóxica, segundo as autoridades.

Depois que a sra. Gibson chamou a polícia, eles chegaram ao apartamento cheirando a fumaça. Gibson estava sem camisa e segurava um saco plástico coberto de tinta na mão esquerda e a lata de tinta na direita. Seu rosto também estava coberto com a tinta prateada. A polícia o levou para a cadeia por acusações de inalação de vapores tóxicos.

Nota: a única coisa engraçada sobre essa história é a foto da caneca, e bufar parece ser uma das coisas mais tristes do mundo.