Não importa se você foi quem terminou o relacionamento ou não - ou se houve algum relacionamento. Por qualquer que seja o motivo, você ainda não seguiu em frente e isso é apenas a verdade absoluta acima de tudo (por enquanto, pelo menos).

Você provavelmente está pensando que eles são valiosos demais para deixar ir. Ou talvez você sinta que ainda precisa resolver alguns negócios inacabados com eles antes de deixá-los ir. Ou talvez você ainda acredite que eles são 'O Único'. Ou possivelmente esperando outra chance - outra chance do que você teve ou nunca teve.

Por que você tem medo de deixá-los ir?

É porque, se o fizer, perderia uma grande parte de si mesmo? Você não se reconheceria se os destacasse da sua vida? Abandonar o amor pode parecer incomum e fora do comum com o que você está acostumado, mas é algo que você apenas precisa fazer.

Você não precisa fazer isso imediatamente, porque, não importa quantas vezes você leia ou ouça como deve parar de se apegar a eles, ainda não pode. Você ainda vive na fantasia da conexão que tem um com o outro, a ilusão de destino trabalhando sua mágica em vocês dois, a esperança de que o destino esteja escrevendo uma história de amor que fez para você.

Encare, porém, que essas coisas não acontecerão para você. Isso não é um filme, isso é realidade. O Cupido não os acertará com uma flecha, nem fará o mesmo por você. Afrodite não vai se intrometer nos casos de amor que você tem (ou não).

Ninguém vai decidir por você quando deixar ir. Você vai decidir por si mesmo. Você tem que ser seu próprio juiz, porque através dessa jornada difícil aprenderá como ser amado. Como você deve ser amado. Que tipo de amor você merece.

Você aprenderá da maneira mais difícil possível. Você passará por tempestades de mágoa, tornados de lembranças de partir o coração, tsunamis de lágrimas e ciclones de insônia, mas só existem para o fortalecer. Eles pretendem refinar e definir os pedaços irregulares do seu ser. Você nem perceberá até que esteja pronto.

Agora, você ainda está se perguntando o que eles estão fazendo da vida deles. Eles pensam em você como você pensa neles? Eles estão sendo amados do jeito que você os ama? Pensamentos deles estão passando pela sua cabeça e, mesmo que você esteja cansado de se sentir assim, ainda o faz. Você ainda se encontra sempre fazendo perguntas sem respostas, mas pergunta e pergunta, e se pergunta porque é a única coisa que pode fazer.

Isso pode não ser verdade para todos, mas, seja qual for o amor que você mantenha, se estiver destruindo você mais do que deveria estar moldando você, deixe-os ir.

É difícil ver o que você merece, mas aprenda a afrouxar o controle sobre eles. O nevoeiro vai clarear. Liberte-se do fardo e só então você perceberá o que essas palavras que você leu realmente significam.

Você finalmente aprenderá que, além do tempo, o melhor curador que você tem é você mesmo.