Você é tudo o que eu não deveria gostar - voz estrondosa, tendências viciantes, atitude imprudente, aquele cabelo que sempre cai na frente dos seus olhos. Depois, há a maneira como sua presença é alta demais, enchendo a sala quando você entra. Você é muito do que eu sei que devo evitar. Muito do tipo de cara que eu sou avisado com um daqueles grandes sinais amarelos de advertência, me dizendo para correr como o inferno na outra direção.

eu estou aqui para você não importa o que

Mas nunca fui bom em amar, sempre muito ou muito apressado ou um pouco demais de cabeça.

E há algo em você que me deixa um pouco louco. Muito louco para desistir ainda.

Talvez seja esse sorriso e como ele preenche todo o seu rosto. Talvez seja assim que você ria de uma maneira contagiosa e sempre na hora errada. Talvez seja como eu perco o controle de todas as minhas listas quando estamos juntos, as listas de tarefas a curto prazo, as listas de tarefas a longo prazo, as listas que me ajudam a reunir minhas coisas. Eles são jogados no lixo quando estou perto de você.

Você me faz esquecer aquela fachada de perfeição que tento incorporar.
Você me faz lembrar que não há problema em foder às vezes.

Você me faz sentir mil coisas ao mesmo tempo, meio ansiosa e com medo e boba e feliz e confusa e frustrada. É como um daqueles doces que mudam de sabor a cada camada, azedo, depois doce, depois amargo e doce novamente.

Você não diz as coisas certas. Você não me ama exatamente como deveria. Você sai em voz alta no meio do jantar, bebe demais e fica acordado até tarde nas noites da semana.

Você é imperfeito em um milhão de maneiras, mas quando penso na maneira como você me faz sentir, não posso deixar de sentir um calor no meu peito.

Você é imperfeito. Tão malditamente imperfeito. Às vezes, você é ilegível, como um quebra-cabeça com bordas irregulares ou um livro com todo o texto impresso para trás. Em um minuto você está se apoiando em mim e no outro está se afastando. Em um minuto você está me deixando entrar, no próximo minuto sua cabeça está a milhares de quilômetros nas nuvens.

Não consigo entender você e não tenho certeza de como tudo isso funcionará. Mas uma coisa que eu sei é que você é imperfeito e me deixa louco e eu gosto das duas coisas.

Eu gosto de como você me faz sorrir. Eu gosto de como você me ensina a deixar ir. Gosto de como você sempre sabe o que estou pensando, às vezes antes de mim, e pode me ler, mesmo quando tento esconder como estou me sentindo.

Eu gosto que você aperta meus botões. Eu gosto que você me deixa com raiva às vezes. Gosto de lutar como crianças malditas, mas sempre jogamos nossas cabeças para trás e rimos.

Você me deixa louco. Você me faz querer gritar. Você me faz querer chorar. Você me faz sorrir de orelha a orelha. E às vezes você me faz querer fazer tudo isso de uma vez.

Não tenho as respostas para você, para nós. Não consigo encaixar você em uma caixa, em uma lista. Não posso organizar você na minha vida como faço com todo o resto, mas acho que, para variar, estou bem com isso.

Nós dois somos tão complicados, mas talvez não precisemos ser. Quando se trata disso, você gosta de mim, e eu gosto de você, e talvez possa ser tão simples assim.